Segunda-feira, 1 de Abril de 2013

Exopsicologia e a genética humana

Neste artigo, realça-se o artigo The “ Wow! signal “ of the terrestrial genetic code          ( shCherbak & Makukov, 2013 ), no qual os autores, no contexto da procura de vida extraterrestre e da Astrobiologia, demonstram que o código genético humano tem padrões que correspondem a critérios de um sinal inteligente, considerando eu, aqui, que isso fundamenta a noção de uma possível criação da Humanidade por engenharia genética, por alienígenas, apoiando a ideia da existência de uma exopsicologia, por fundamentar-se uma relação da Humanidade com seres extraterrestres.

 

Assim, shCherbak, matemático, e Makukov, astrofísico, ambos do Cazaquistão, no contexto da procura de vida extraterrestre e da Astrobiologia, referem que tem sido repetidamente proposto expandir o âmbito do SETI ( Search for Extraterrestrial Intelligence ) ( Procura de Inteligência Extraterrestre ), e que uma das alternativas ao rádio sugeridas é o meio biológico.

 

Considera-se que o ADN genómico já é utilizado na Terra para guardar informação não-biológica. Realçam que mais pequeno em capacidade, mas mais forte em imunidade está o código genético. O código será um mapeamento flexível entre códões e aminoácidos, em que esta flexibilidade permite modificar o código artificialmente. Uma vez fixado, o código poderá permanecer inalterado por escalas de tempo cosmológicas, sendo, de facto, o constructo mais durável conhecido. Os cientistas indicam, ainda, que o mesmo representa um armazenamento excepcionalmente fiável para uma assinatura inteligente, se isso conforma com os requisitos biológicos e termodinâmicos. Consideram que dado que o actual cenário para a origem da vida terrestre está longe de estar assente, a proposta de que poderá ter sido semeada intencionalmente não pode ser desconsiderada.

 

Assim, um “ sinal “ tipo-inteligente estatisticamente forte é uma consequência testável de tal cenário. Os autores, no seu artigo, mostram que o código terrestre mostra uma ordem bastante precisa correspondendo aos critérios para ser considerado um sinal informacional. Arranjos simples do código revelam um conjunto de padrões aritméticos e ideográficos com a mesma linguagem simbólica. Precisos e sistemáticos, estes padrões subjacentes aparecem como um produto de lógica de precisão e computação não-trivial. Os cazaques revelam ainda que os padrões apresentam marcas prontamente reconhecíveis de artificialidade, entre as quais o símbolo do zero, a sintaxe decimal e as simetrias semânticas. Os autores discutem ainda possíveis maneiras de embutir o sinal no código e possíveis interpretações do seu conteúdo. No todo, enquanto o código é quase optimizado biologicamente, a sua capacidade limitada é usada extremamente eficientemente para passar informação não-biológica.

 

Destaca-se que a hipótese SETI de um sinal inteligente no código genético é testada, que o código apresenta possuir um conjunto de padrões de precisão e do mesmo estilo, e ainda que os padrões mostram corresponder aos critérios de um sinal inteligente.

 

Estas noções corroboram as ideias avançadas pelas plaquetas sumérias de 6000 anos de idade, traduzidas por Zecharia Sitchin, onde é indicado que a Humanidade foi criada por engenharia genética, por uma raça extraterrestre chamada Anunnaki. Para mais detalhes, consultar o livro de Sitchin, Genesis Revisited – Is Modern Science Catching Up With Ancient Knowledge? ( Sitchin, 1990 ).

 

Pelo dito, fundamenta-se a noção da relação da Humanidade com seres extraterrestres, tornando, assim, mais plausível e verosímil a existência de uma exopsicologia, e as minhas ideias que avanço nos meus artigos sobre exopsicologia. A saber, os artigos são: Exopsicologia: uma nova área de estudo ( Resende, 2009 ), Exopsicologia e esquizofrenia ( Resende, 2009 ), Exopsicologia e o Ser ( Resende,     2010 ), Serologia: a filha da Psicologia ( Resende, 2010 ), Exopsicologia e a “ Cara “ de Marte ( Resende, 2010 ), Complemento a Exopsicologia e a “ Cara “ de Marte                  ( Resende, 2010 ), Caracterização específica da Serologia e do Ser ( Resende, 2011 ), A telepatia e suas relações com os psitrões enquanto base dos psemes ( Resende, 2011 ), Características psitrónicas dos inconscientes colectivo e pessoal: a autotelepatia            ( Resende, 2011 ), Exopsicologia e o autismo ( Resende, 2011 ), Distinção entre heterotelepatia e autotelepatia ( Resende, 2011 ), Exopsicologia, sincronicidade e telepatia ( Resende, 2011 ), Exopsicologia e o HAARP ( Resende, 2012 ), Visão exopsicológica da Terra ( Resende, 2012 ), Teoria do Tudo em Psicologia, as forças fundamentais do Universo e a relação exopsicológica com a presença alienígena na Terra ( Resende, 2012 ), Relações espaço-temporais dos psemes e psitrões no contexto exopsicológico e da Teoria do Tudo em Psicologia ( Resende, 2012 ) e Exopsicologia e a depressividade planetária ( Resende, 2013 ).

 

 

Bibliografia

 

Resende, S. ( 2009 ). Exopsicologia: uma nova área de estudo em www.redepsi.com.br, na secção Artigos/Teorias e Sistemas no  Campo Psi em 27/07/2009

 

Resende, S. ( 2009 ). Exopsicologia e esquizofrenia em www.redepsi.com.br, na secção Artigos/Teorias e Sistemas no Campo Psi em 08/10/2009

 

Resende, S. ( 2010 ). Exopsicologia e o Ser em www.redepsi.com.br, na secção Artigos/Teorias e Sistemas no Campo Psi em 16/10/2010

 

Resende, S. ( 2010 ). Serologia: a filha da Psicologia em www.redepsi.com.br, na secção Artigos/Teorias e Sistemas no Campo Psi em 09/11/2010

 

Resende, S. ( 2010 ). Exopsicologia e a “ Cara “ de Marte em www.redepsi.com.br, na secção Artigos/Teorias e Sistemas no Campo Psi em 26/12/2010

 

Resende, S. ( 2010 ). Complemento a Exopsicologia e a “ Cara “ de Marte em www.redepsi.com.br, na secção Artigos/Teorias e Sistemas no Campo Psi em 28/12/2010

 

Resende, S. ( 2011 ). Caracterização específica da Serologia e do Ser em www.redepsi.com.br, na secção Artigos/Teorias e Sistemas no Campo Psi em 01/02/2011

 

Resende, S. ( 2011 ). A telepatia e suas relações com os psitrões enquanto base dos psemes em www.redepsi.com.br, na secção Artigos/Teorias e Sistemas no Campo Psi em 06/02/2011

 

Resende, S. ( 2011 ). Características psitrónicas dos inconscientes colectivo e pessoal: a autotelepatia em www.redepsi.com.br, na secção Artigos/Teorias e Sistemas no Campo Psi em 14/02/2011

 

Resende, S. ( 2011 ). Exopsicologia e o autismo em www.redepsi.com.br, na secção Artigos/Teorias e Sistemas no Campo Psi em 26/02/2011

 

Resende, S. ( 2011 ). Distinção entre heterotelepatia e autotelepatia em www.psicologado.com ( proposto a 07/2011 )

 

Resende, S. ( 2011 ). Exopsicologia, sincronicidade e telepatia em www.psicologado.com ( proposto a 07/2011 )

 

Resende, S. ( 2012 ). Exopsicologia e o HAARP em www.psicologado.com ( proposto a 01/2012 )

 

Resende, S. ( 2012 ). Visão exopsicológica da Terra em www.psicologado.com                 ( proposto a 05/2012 )

 

Resende, S. ( 2012 ). Teoria do Tudo em Psicologia, as forças fundamentais do Universo e a relação exopsicológica com a presença alienígena na Terra em www.psicologado.com ( proposto a 11/2012 )

 

Resende, S. ( 2012 ). Relações espaço-temporais dos psemes e psitrões no contexto exopsicológico e da Teoria do Tudo em Psicologia em www.psicologado.com                    ( proposto a 12/2012 )

 

Resende, S. ( 2013 ). Exopsicologia e a depressividade planetária em www.psicologado.com ( proposto a 03/2013 )

 

shCherbak, V. & Makukov, M. ( 2013 ). The “ Wow! Signal “ of the terrestrial genetic code in http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0019103513000791             ( disponível online a 6 de março de 2013 )

 

Sitchin, Z. ( 1990 ). Genesis Revisited – Is Modern Science Catching Up With Ancient Knowledge. Avon Books

publicado por sergioresende às 11:55
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Complemento a Etologia e ...

. Anima e Animus: conquista...

. Teoria do Tudo em Psicolo...

. Exopsicologia e obesidade...

. Perspectivas evolutivas d...

. A internalização da lei d...

. Complemento a O palhaço d...

. Complemento a Inteligênci...

. Generosidade fálica na mu...

. Exopsicologia e ascensão ...

.arquivos

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Janeiro 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds