Quarta-feira, 2 de Abril de 2014

Capitalismo e Comunismo e o consciente e o inconsciente

Capitalismo e Comunismo e o consciente e o inconsciente

 

Baseando-me nas conclusões do meu artigo Psitrões enquanto base dos psemes e os   “ psychons “ do pensamento ( Resende, 2014 ), desenvolvo, neste artigo, elaborações quanto à relação entre Capitalismo e Comunismo e o consciente e o inconsciente.

 

Assim, naquele artigo, concluo quanto à maior relação entre heterotelepatia, ou telepatia de ser para ser, e espaço, e entre autotelepatia e tempo e, consequentemente, entre consciência e espaço, por a heterotelepatia estar associada a campos alargados de consciência, e entre inconsciência e tempo, por a autotelepatia estar associada a campos alargados de inconsciência, em que a heterotelepatia será mais espacial pelo atravessar dos pensamentos de ser para ser, com maiores particularidades espaciais, portanto, e em que a autotelepatia, ou movimentos psíquicos psitrónicos, com os psitrões enquanto partículas psíquicas que subjazem os psemes, para o passado e para o futuro, nos inconscientes colectivo e pessoal, será mais temporal, portanto.

 

Considere-se, agora, o capitalismo enquanto oposto ao comunismo e, como nos diz a Física, tempo e espaço com sinais opostos, como se pode ver, por exemplo, em Viagens no Tempo no Universo de Einstein, de Richard Gott III ( 2001 ).

 

Para mais, tenha-se em conta o capitalismo com o individualismo, o Self-Made Man, com a importância da acção, de o próprio fazer o seu próprio presente e futuro, acentuando-se o consciente sobre o inconsciente, em que, pelo dito, realça-se a relação do capitalismo com o seu extremo fascismo, com o correspondente expansionismo espacial, e com o consciente.

 

No comunismo, temos a acentuação do colectivo sobre o individual, com o grande lema Até à Vitória Sempre!, e com a consideração comunista da história da humanidade como a história da luta de classes, tendo-se, pois, estas relações entre comunismo e tempo, em que também, por contraponto ao capitalismo, se intuirá no comunismo necessidade de expansionismo temporal, pressupondo-se, então, maior relação entre comunismo e inconsciente.

 

De tudo dito, pressupõe-se maior relação entre heterotelepatia, ou telepatia estrita de ser para ser, e capitalismo, e entre autotelepatia e comunismo, concluindo-se, também, pelo dito, pela maior relação entre capitalismo e consciente e entre comunismo e inconsciente.

 

Considerando-se a relação entre comunismo e existencialismo, ou tendência para o ser, e capitalismo e tendência para o fazer, ter-se-á que o comunismo existencialista remeterá para o inconsciente temporal e que o capitalismo agido remeterá para o consciente espacial.

 

Exopsicologicamente, tendo em conta a quarentena infligida à Humanidade por parte da restante sociedade do Universo, de acordo com um dos fundadores da exopolítica, Alfred Webre ( 2005 ), devido a uma alegada rebelião por parte da Humanidade, teremos, considerando a história humana, uma progressiva consciencialização da quarentena a nível inconsciente transpessoal de um passado mais comunista por parte da Humanidade, tendo em conta as manifestações historicamente mais recentes do comunismo, em que a quarentena em si se remeterá mais para o aspecto espacial do imperialismo capitalista, em que a Humanidade, provando do próprio veneno, dir-se-á, ter-se-á rebelado a nível imperialista, com a consequente caracterização imperialista da história da humanidade.

 

Assim, como o próprio Webre ( 2005 ) nos diz, quanto à tendência de reintegração da Humanidade na restante sociedade do Universo, e por essa própria sociedade, teremos uma consciencialização do inconsciente transpessoal mais a nível espacial, pela relação entre consciente e espaço, que nos remeterá para uma sugestão por parte da restante sociedade do Universo para uma progressão pelo espaço sideral de acordo com uma tendência comunista.

 

 

Bibliografia

 

Gott III, J. R. ( 2001 ). Viagens no Tempo no Universo de Einstein. edições quasi

 

Resende, S. ( 2014 ). Psitrões enquanto base dos psemes e os “ psychons “ do pensamento em www.psicologado.com ( proposto a 03/2014 )

 

Webre, A. ( 2005 ). Exopolitics: Politics, Government and Law in the Universe. Universebooks

publicado por sergioresende às 14:34
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Complemento a Etologia e ...

. Anima e Animus: conquista...

. Teoria do Tudo em Psicolo...

. Exopsicologia e obesidade...

. Perspectivas evolutivas d...

. A internalização da lei d...

. Complemento a O palhaço d...

. Complemento a Inteligênci...

. Generosidade fálica na mu...

. Exopsicologia e ascensão ...

.arquivos

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Janeiro 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds